A masturbação feminina: o que você pode aprender?

0 votes

Caso se pare para pensar, a masturbação feminina não é tão comum quanto a masculina. Mas, isso não significa que ela não ocorre. Apenas é vista de forma diferente. Até porque, não é tão comum que se fale disso, da mesma forma como é tradição entre os homens falar sobre o que fazem. Inclusive, mesmo quando não falam, sabem o que acontece durante suas idas mais demoradas ao banheiro.

Mas, o que há por trás dessa masturbação feminina, que faz com que, muitas vezes, ela seja uma incógnita? O quanto ela pode ou não ser prazerosa para a mulher? Chega a substituir o ato sexual no sentido de orgasmo? No XVídeos, isso fica bem claro.

masturbação feminina

Fonte: Pinterest/Reprodução

 

O primeiro ponto que não pode, de forma alguma, ser deixado de lado, é que, diferente dos homens que costumam sempre chegar a sua finalização durante as práticas sexuais, as mulheres muitas vezes não chegam. E, os motivos para isso acabam sendo bem variados. Por vezes, o homem não compreende essa necessidade feminina. Por outras, as mulheres simplesmente não conseguem chegar lá. 

Então, é preciso entender que, em um caso como o citado, do homem não conseguir fazer com que ela goze, experimentar a masturbação feminina pode ser uma excelente opção no sentido de se tentar resultados. É claro que, pode ser que as coisas não aconteçam, mas tentar é sempre importante.

A masturbação feminina acontecerá na mesma frequência que a masculina?

prazer feminino

Fonte: Twitter/Reprodução

 

Nem sempre, quase nunca. Isso porque, as necessidades femininas são diferentes das masculinas. Em determinadas idades ou de acordo com alguns períodos específicos, os homens chegam a se masturbar todos os dias, por exemplo.

Dessa forma, dificilmente a masturbação feminina se igualará a isso. É importante entender também que, não há regras. Na verdade, a mulher pode se masturbar quando ela quiser, essa é a verdade.

Algumas, inclusive, começam a se tocar sem nem ao menos se darem conta do que está acontecendo. Há também aquelas que tentam ao máximo nem se quer pensar nessa possibilidade, por pura vergonha, achando um absurdo a ideia. Mas, a verdade é que, quanto mais se fizer a prática, melhor ela será feita e, mais do que isso, com mais frequência se terá interesse nela. 

Muita gente afirma nunca ter experimentado e quem sabe, justamente esse fator te faça não ter interesse: não saber como é. Até porque, a masturbação feminina, assim como a masculina, são consideradas práticas saudáveis. Não há nada de errado nisso. Não existe, por exemplo, o risco de engravidar ou pegar uma doença, diferente do ato propriamente dito.

Agora, que tal conhecer o resto do espaço do site e ter acesso a diversos outros conteúdos?

Caso a sua preferência for por saber mais sobre o sexo anal, por exemplo, esse conteúdo é o ideal para você.  

Relacionados

Deixe seu comentário

Copyright © 2009 - 2020 - Papo Quente. Todos os direitos reservados. - contato