Papo Quente - Entretenimento adulto
Colabore, sugira uma matéria!Envie

Fatos sexuais estranhos da Idade Média

1 vote

Idade Média: Fatos sexuais comuns nesse período

Os fatos sexuais sempre atraem nossa atenção. Hoje em dia, muita coisa relacionada ao sexo ainda é um tabu, entretanto, ao longo dos anos muitas coisas foram quebradas e cada vez mais, estamos vendo de forma efetiva a revolução sexual acontecer na sociedade.

idade média

A Idade Média, por exemplo, nos mostra como evoluímos sexualmente, já que durante esse período, bizarrices que hoje seriam consideradas absurdas, eram aceitáveis e bastante corriqueiras. Dessa forma, fizemos uma lista com algumas curiosidades sobre hábitos sexuais esquisitos que os nossos antepassados experimentaram.

 

1. A prostituição era necessária

Fonte: thecatechist.com

Hoje em dia a igreja e alguns países continuam condenando a prostituição, agora imagina esse assunto durante a Idade Média? O clero não vivia nada feliz com o tema, entretanto, fizeram pouco esforço para impedir.

O motivo disso é o fato dos membros da igreja acreditarem que muitos homens precisavam de sexo como uma espécie de válvula de escape. Para essas pessoas, a ausência de prostitutas causavam mais males do que o ofício delas.

Os clérigos acreditavam que os homens poderiam corromper mulheres “de família” ou inclinarem-se fortemente para a homossexualidade.

 

2. Impotência e anulação do matrimônio

idade média

Fonte: sexualhistorytour.com

Durante a Idade Média, muitos países na Europa consideravam a consumação como uma etapa importante do casamento. Aqueles que durante a noite de núpcias não pudessem ou quisessem praticar o ato, dariam ao parceiro o direito de anular o matrimônio.

Além disso, um dos fatos sexuais dessa época é que o homem incapaz de cumprir seus deveres com a esposa, poderia passar por uma provação que consistiria em mostrar que era capaz de fazer sexo. Existem vários relatos sobre esse tipo de caso. O mais famoso dele ocorreu no ano de 1198, com o rei Filipe II, da França. O nobre odiava sua segunda esposa por alguma razão e como não queria tê-la como rainha, alegou impotência para provar que o casamento não tinha sido consumado.

 

3. Ser lésbica era um problema médico

idade média

Fonte: brewminate.com

A homossexualidade era um tema recorrente durante a idade média, entretanto, o assunto era mais debatido com relação aos homens. Quando se trata de mulheres lésbicas há uma menção muito pequena com relação aos homens gays.

Existiam poucas leis que visavam as lésbicas durante a Idade Média, no entanto, uma delas, do século XIII, punia o que eles consideravam sodomia feminina.

A pena para esse tipo de “crime” era semelhante à homossexualidade masculina: Mutilação e queimaduras em caso de reincidência. Nessa época ser lésbica era considerado um problema médico provocado por falta de sexo ou por protuberâncias que eles acreditavam que mulheres poderiam desenvolver.

 

4. Os brinquedos sexuais eram comuns

idade média

Fonte: allthatsinteresting.com

É impressionante, mas nos dias atuais muitos casais ainda morrem de vergonha de inserir brinquedos eróticos em suas relações íntimas. Sendo assim, muitos se surpreenderiam ao descobrir que eles são mais antigos do que parecem.

Os acessórios sexuais foram inventados há mais de 30.000 anos. No Antigo Egito existiam em vários tamanhos e formas diferentes, feitos de materiais como pedra, madeira, marfim, ossos e etc.

Contudo, na Idade Média, os que faziam sucesso eram os feitos em couro ou pelos de animais. Além disso, alguns consolos eram feitos de pão, cujas mulheres que fabricavam, deixavam eles ficarem bastante duros para sem utilizados como consolos.

 

5. Muitas pessoas se travestiam

idade média

Fonte: eastendwomensmuseum.org

Hoje em dia é comum vermos homens e mulheres se travestirem para que possam realizar seus desejos, no entanto, na Idade Média não era uma prática aceita, vista como um tabu. Ainda assim, era uma prática comum, com vários casos documentados.

Um estudo realizado pela Universidade de Oxford, revelou 13 casos de mulheres que passaram a se vestir como o sexo oposto, contudo, eram mais comuns os casos de pessoas que nasceram com o sexo biológico masculino, travestindo-se. Infelizmente, assim como hoje em dia, por causa do preconceito, a falta de oportunidade fazia com que a maioria das travestis fossem prostitutas.

 

6. Papai e Mamãe era a posição favorita

Fonte: medium.com

Hoje em dia a criatividade reina na hora de escolher as posições sexuais, no entanto, na Idade Média, a famosa posição ‘Missionária’ ou ‘Papai e Mamãe’, fazia bastante sucesso entre os casais.

Como nesse período o sexo era visto com a finalidade de procriar, considerava-se que a mulher por baixo do homem, traria chances maiores de engravidar. O clero considerava algumas posições como bestiais. Sexo anal e oral eram vistos como um pecado grave, pois não geravam filhos.

Enfim, o sexo na Idade média não era uma coisa simples, no entanto, mesmo escondidos, os antigos sabiam aproveitar o que é bom.

Relacionados

Comentário Fechado.

SITES PARCEIROS
os profanos

Todas as imagens deste site foram retirados da própria internet. Caso deseje remover alguma imagem que seja de sua autoria ou que viole sua privacidade entre contato conosco que faremos a retirada imediata.

Copyright © 2009 - 2021 - Papo Quente